ESTÁ LIBERADO…

  • Água, de preferência em temperatura ambiente. Alguns falam em 2 litros ao dia e outros em 1,5 L/dia, mas eu acho que varia das necessidades de cada um, de acordo com as condições ambientais.
  • Água também durante o ensaio.
  • Alimentos leves, de fácil disgestão e fibrosos – como frutas, legumes, vegetais, peixe, frango – especialmente antes de cantar.
  • Maçã! Talvez ela seja nossa melhor amiga, pois, além de sua ação adstringente – que limpa a boca e a faringe -, sua mastigação exercita a musculatura responsável pela articulação das palavras.
  • Frutas cítricas (vale o suco delas), pois tais frutas ajudam na absorção do excesso de secreções do trato vocal.
  • Roupas confortáveis, que não apertam, nos ensaios e fora deles.
  • Levar a sério os exercícios de relaxamento corporal e de aquecimento vocal. ;)
  • Dormir bem. Relaxa, ajuda a cantar, a aprender e a memorizar.
  • Fazer repouso vocal após uso intenso.
  • Relaxar. Só para ter certeza de que você entendeu: relaxe, relaxe, relaxe – no ensaio e na vida. Ao acordar, espreguice-se bem e boceje. Ao tomar banho, movimente cabeça e ombros lentamente. Faça yoga, tai-chin, caminhada ou simplesmente nada às vezes… Acredite: faz bem demais!

.

NEM PENSAR!

  • Falar/gritar quando o barulho ao seu redor tiver uma potência maior que o volume da sua voz. Noutras palavras, evite competição sonora. Quer uma dica? Antes de cantar, fuja de lugares barulhentos, como festas, shoppings, o centro da cidade…
  • O Senhor já revelou, através da Palavra de Sabedoria, mas não custa reforçar: nada de café, chá preto, álcool e fumo.
  • Alimentos lácteos, como leite, chocolate e iogurtes, antes de cantar, pois  tornam mais espessas as secreções do trato vocal. Você não precisa exclui-los definitivamente da sua dieta, hein?
  • Alimentos pesados, muito condimentados e gordurosos, especialmente antes de dormir.  Além de provocar azia, má digestão e refluxo de secreções gástricas, dificulta também a movimentação livre do músculo diafragma, essencial para a respiração.
  • E sorvete? Pode, mas não antes de cantar. Evite sempre os choques bruscos de temperatura.
  • Tossir e pigarrear. Há quem ache elegante fazer “rã, rã”, mas o atrito que isso causa nas pregas vocais é muito prejudicial. O melhor é engolir a saliva ou beber água.
  • Poeira, giz, mofo, cheiros fortes.
  • Usar muito a voz após ingestão de grandes quantidades de aspirina, calmantes ou diuréticos. A aspirina provoca o aumento da circulação sangüínea na periferia das pregas vocais e, com a associação do atrito de uma prega contra a outra, há um aumento da fragilidade capilar. Diuréticos e calmantes ressecam as mucosas.
  • Pastilhas, balas, sprays e anestésicos. Acredite: não ajudam. O efeito na verdade pode ser desastroso, já que anestesiam a garganta e mascaram sintomas. Temporariamente sem a irritação, você tende a forçar e a abusar ainda mais.
  • Chás e infusões de efeito desconhecido.
  • Falar quando estiver fazendo exercícios físicos.
  • Cantar quando estiver doente (nem precisa dizer que, especialmente, da garganta e/ou com alergias, né?) Se você tiver condições físicas, por favor, não falte o ensaio. Você não vai cantar, mas vai ouvir e aprender. (Se ficar rouco, faça repouso vocal absoluto! Sussurrar prejudica ainda mais.)
  • Roupas desconfortáveis, que apertam pescoço e cintura (golas altas, cintos apertados, calças ou saias muito justas) e sapatos de salto muito alto.

.

VÁ COM CALMA…

  • Nas bebidas com gás, como refrigerantes e água.
  • Nos karaokês e videokês da vida.
  • No ar condicionado. Se for inevitável, “compense” bebendo muita água (em temperatura ambiente, lembra?).

.

ATENÇÃO!

  • Quando estiver cantando, mantenha a cabeça reta, a postura ereta e os dois pés bem firmes no chão;
  • Articule bem as palavras, especialmente as vogais;
  • Rouquidão passageira, em geral, vai embora com repouso e cuidados básicos. Se você ficar rouco por mais de 15 dias, procure um fonoaudiólogo ou um otorrinolaringologista.
  • Aprenda a se ouvir e a respeitar seus limites vocais. Rouquidão, como já falado, e veias dilatadas no pescoço podem sinalizar algo de errado.
  • Se sentir a voz cansada, muito cuidado! Será que você está fazendo seus exercícios de técnica vocal da maneira correta?
  • Cuide da sua higiene bucal.

.

Os cuidados com a voz são hábitos pessoais. Nós podemos orientar, mas só você pode se conscientizar e começar a cuidar desse presente do Pai Celestial, que é seu dom de cantar. :)

.

VÍDEOS

  • Relaxamento e alongamento

  • Respiração
  • Aquecimento vozes femininas
  • Aquecimento vozes masculinas

4 Respostas to “Cuidados com a voz”

  1. alexandre Says:

    Marilia obrigado por seu carinho e preocupaçao conosco do coral pelo tempo que voce doa para nos ajudar nao so aos domingos mas tambem cuidado do nosso blog durante a semana! sou muito grato e acredito que falo isso nao so por mim mas por todos do coral obrigado!


    1. que liiiiiiiiiiiindo! :-)

      ô, alexandre, nem sei o que dizer ó. eu que agradeço. é um prazer ajudar um pouquinho!

      beijos meus.

  2. zilacia Says:

    AMEIIIIIIIIIII AS AULAS DELE NOSSA MUITO BOM E DIVERTIDO APRENDIR MUITO VOU DIZER ATE PRA MINHAS AMIGAS. E NO CORAL QUE EU FAÇO PARTE O DA ESTACA PAULISTA. BJOS A TODOS E PARANBENS AS PESSOAS QUE COLOCARAM ESSA IDEIA DE TECNICA DE VOZ. BJOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.